A COMPANHIA

ARMADILHA LOGO

A Armadilha, fundada e dirigida por Diego Fortes, atua há 17 anos e é conhecida por apresentar propostas fundamentadas num permanente processo de pesquisa e criação em dramaturgia, e pela por reunir em suas produções teatrais, refinamento conceitual,   compreensão e a acessibilidade de diversos públicos.

Alguns dos trabalhos d´A Armadilha: Bolacha Maria (2008), Jornal da Guerra Contra os Taedos (2009), Duas da Manhã (2012) trouxeram autores até então inéditos no teatro no Brasil e foram muito bem recebidos pelo público e pela crítica.  A Armadilha também tem um trabalho focado na dramaturgia original, os espetáculos Café Andaluz (2005) e Os Leões (2006) foram escritos por Diego Fortes sob pseudônimos.

Os Leões chegou a ser considerado pela crítica nacional como o grande destaque do Festival de Teatro de Curitiba em 2007. Foi encenado em São Paulo, a convite do SESC no Projeto Primeiro Sinal, em Salvador, no l Festival Nacional de Teatro da Bahia – 2007 na Mostra Nacional e em Brasília, na Caixa Cultural e abriu o XVI Festival Nordestino de Teatro de Guaramiranga em 2009.

Além dos trabalhos próprios, A Armadilha organizou junto com outras companhias as 3 primeiras edições da Mostra Novos Repertórios, evento especial do Festival de Curitiba onde são exibidas peças e leituras de companhias de teatro contemporâneo. Em 2011, organizou a Mostra Outros Lugares – teatro de novos autores, que reúne peças com textos originais e inéditos.

Com o objetivo de promover a formação de plateia em teatro, com bastante frequência, promove apresentações com ingressos gratuitos nos espetáculos concebidos e distribuídos com verbas públicas, acreditando ser uma medida necessária e democrática de acesso à cultura. Por isso, a pesquisa artística está direcionada a obras de alta qualidade e reflexão artística, sem perder de vista a comunicação com o público, mesmo que seja a primeira oportunidade deste público de entrar em um teatro.

Mantém colaboração constante com os(as) artistas: Nadja Naira, Ludmilla Nascarella, Alan Raffo.

PARCEIROS E PATROCINADORES

slaviero            sesi           sesc

serpro            parana                 mon

horizons      funarte         ctba

caixa                   br

 

 

ESPETÁCULOS

2001
“Ainda que fôssemos perfunctórios”; direção: Analilian Soraes

– Teatro Cultura

2003
“O Elixir da Paixão”; texto e direção: Diego Fortes

– Festival de Teatro de Curitiba – Mostra Fringe

– Festival de Teatro de Curitiba – Mostra Metropolitana

2004/05
“Marias”; adaptação de textos de Luiz Fernando Veríssimo

dir.: Analilian Soares e Diego Fortes

– Teatro Odelair Rodrigues

– Festival de Teatro de Curitiba – Mostra Fringe

2004
“Companhia Farmacêutica Jackson&Jackson”; texto e direção: Diego Fortes

– Circulação Fundação Cultural de Curitiba

– Festival de Teatro de Curitiba – Mostra Fringe

2005
“Café Andaluz”; texto e dir.: Diego Fortes, sob o pseudônimo de Alejandro Kauderer

– Teatro HSBC

– Espaço Dois

– Festival de Teatro de Curitiba – Mostra Fringe

– Teatro José Maria Santos

– Mini-auditório do Teatro Guaíra

– Projeto Arte Por Onde Você Anda – FCC

– Festival de Inverno de Antonina – UFPR

– Teatro Lala Schneider

– IV Mostra Novos Repertórios

2006
“Da Pele”; dir.: Juliana Adur

– Teatro HSBC

“Os Leões”; texto Diego Fortes, sob pseudônimo de Pablo Miguel de La Veja y Mendoza – direção: Nadja Naira

– Teatro José Maria Santos

– Festival de Teatro de Curitiba – I Mostra Novos Repertórios

– Projeto Primeiro Sinal – SESC Avenida Paulista – São Paulo – SP

– I Festival Nacional de Teatro da Bahia – Mostra Nacional – Salvador – BA

– Caixa Cultural – Brasília – DF

– Caixa Cultural – São Paulo – SP

– Abertura do XVI Festival Nordestino de Teatro de Guaramiranga – CE

– Encontro de Expressões Contemporâneas – Teatro Plínio Marcos – Brasília – DF

2008
“Bolacha Maria – um punhado de neve que restou da tempestade”;  –  adaptação de textos de Manuel Carlos Karam, direção: Nadja Naira

– Teatro José Maria Santos

– Festival de Teatro de Curitiba – II Mostra Novos Repertórios

– Projeto de Itinerância – FCC

– SESC da Esquina – Curitiba – PR

– Circulação Cultural SESI/PR

– FILO 2012

– Festival Brasileiro de Teatro 2013 – Cena Paranaense – Etapa Porto Alegre

2009
“Jornal da Guerra Contra os Taedos” –  adaptação de livro homônimo de Manuel Carlos Karam por Diego Fortes
direção: Diego Fortes

– Teatro Novelas Curitibanas

– Festival de Teatro de Curitiba – III Mostra Novos Repertórios

2010
“O Esquema”; texto e direção: Diego Fortes

– TUC – Teatro Universitário de Curitiba

– Festival de Teatro de Curitiba – II Coletivo de Pequenos Conteúdos

“Os Invisíveis”, texto e direção: Diego Fortes
Colaboração Artística: Grace Passô

– Teatro Novelas Curitibanas

2011
“Orinoco”, texto de Emílio Carbalido e direção: Diego Fortes
– Teatro Novelas Curitibanas

2012/2013/2014
“Duas da Manhã”; texto de Lola Arias e direção: Diego Fortes

– Virada Cultural 2012

– Espaço Cênico

– Teatro Cena Hum – Fringe 2014

“Um Rosto que Espreme” texto de Ana Johan e direção: Diego Fortes

– Mostra de Dramaturgia – Núcleo SESI/PR

– FILO 2013

2015
“O Fantástico Coração Subterrâneo” texto e direção: Diego Fortes

– Museu Oscar Niemeyer – Auditório Poty Lazarotto

LEITURAS

2006
“Orinoco”; texto de Emílio Carbalido e direção: Diego Fortes

– Teatro José Maria Santos – Projetos Novas Leituras

2007
“Mentira!”; texto e dir.: Diego Fortes

– TEUNI – I Mostra Novos Repertórios

2008
“Bicho de Sete Cabeças”; textos de Manuel Carlos Karam e direção: Nadja Naira

– FNAC – Projeto Bolacha Maria

– TEUNI – II Mostra Novos Repertórios

– Casa da Leitura Manoel Carlos Karam

“Picando Uma Cebola Em Chamas”; textos de Manuel Carlos Karam e direção: Nadja Naira

– FNAC – Projeto Bolacha Maria

“Ovos Não Tem Janelas”; textos de Manuel Carlos Karam e direção: Nadja Naira

– FNAC – Projeto Bolacha Maria

“Jornal da Guerra Contra os Taedos”; textos de Manuel Carlos Karam e direção: Diego Fortes

– Leituras do Quintana – Lançamento da Coleção Antena da Kafka Edições

– TEUNI – III Mostra Novos Repertórios

EVENTOS ORGANIZADOS PELA COMPANHIA

2007
I Mostra Novos repertórios – evento especial do Festival de Curitiba Voz Off – Encrenca – leitura dramática e exposição de cartazes do Grupo Margem

2008
II Mostra Novos Repertórios e 1º Movimento de Teatro de Grupo de Curitiba

2009
III Mostra Novos Repertórios

2011
Mostra Outros Lugares – teatro de novos autores

EVENTOS DOS QUAIS A COMPANHIA PARTICIPOU

Além dos festivais, mostras e leituras já citados acima, a companhia participou dos seguintes eventos e festivais:

2006
I Mostra CenaBreve da Caixa Cultural – cena “Utopias”

2007
I Festival Nacional de Teatro da Bahia – Mostra Nacional – “Os Leões”

II Mostra CenaBreve da Caixa Cultural – cena “Miranda”

2008
Próximo Ato – Região Sul

Inauguração da Casa da Leitura Manoel Carlos Karam

2009
Abertura do XVI Festival Nordestino de Teatro de Guaramiranga – peça “Os Leões”

2010
II Coletivo de Pequenos Conteúdos – peça “O Esquema”

Lançamento da coleção de livros “Trilogia de Alhures do Sul” de Manoel Carlos Karam

Encontro de Expressões Contemporâneas – peça “Os Leões”

2014
Festival de Cenas Curtas Galpão Cine Horto (2014)

Os Infinitos Destinos da Senhora Thompson

Texto e Direção: Diego Fortes